Brasil

Tecnologia exclusiva da Fujifilm

Solução para apoiar o diagnóstico

Detector único para exames rápidos e em doses baixas

AMULET Innovality utiliza um detector de tela plana de conversão direta feito de selênio amorfo (a-Se) que exibe excelente eficiência de conversão no espectro de raios X mamográficos. O detector HCP (Padrão de fechamento hexagonal) coleta eficientemente sinais elétricos convertidos dos raios X para obter alta resolução e baixo ruído. Este design exclusivo possibilita a realização de uma DQE (Determinação do rendimento quântico) maior do que com a matriz de pixels quadrados de painéis TFT convencionais. Com as informações coletadas pelo detector HCP, a AMULET Innovality cria imagens de alta definição com um tamanho de pixel de 50 μm; o melhor disponível com um detector de conversão direta.

Esta tecnologia de alternância de baixo ruído e alta velocidade permite a exposição à tomossíntese com uma dosagem de raios X baixa e tempo de aquisição curto a ser realizado. Também é possível a exibição de imagem rápida, realizando um fluxo de trabalho de mamografia uniforme desde a exposição até a exibição de imagens.

Pixel convencional quadrado

Pixel hexagonal do AMULET Innovality 

ISC – contraste ajustado e baixa dose de raios X usando um alvo de tungstênio

A tecnologia Image-based Spectrum Conversion*1 (ISC) pode ser usada para ajustar o contraste em uma imagem. A ISC analisa imagens para compensar variações no contraste devido à densidade das glândulas mamárias, à quantidade de gordura e ao espectro de raios X. A ISC visa garantir que as imagens exibam contraste adequado mesmo com o uso de um feixe de raios X de baixa dose e alta energia. Essa tecnologia permite que locais que anteriormente exploravam o contraste superior de um alvo de molibdênio percebam as vantagens de dose oferecidas pelo uso de tungstênio sem a necessidade de comprometer o contraste da imagem.

  • *1 Com base na análise da imagem, a aparência é ajustada para emular a qualidade da imagem com o espectro simulado “ideal”.

DYN II – Fornece imagem de alto contraste sem saturação na região da mama

O Dynamic Visualization II (DYN II)  exibe a densidade consistente e apropriada dos tecidos glandular e adiposo em cada tipo de mama, melhorando o contraste em mamas espessas e mamas densas. Além disso, ele fornece alto contraste sem saturação na região da mama, de modo que os locais possam definir o parâmetro de alto contraste.

DYN II

MFP

AWS (Estação de trabalho de aquisição) de mamografia dedicada

AWS

Segundo monitor em alta definição

Fluxo de trabalho do exame ideal

  • O controlador de raios X integrado permite a configuração e confirmação das condições de exposição em uma única tela.
  • A tela do exame pode ser dividida e alternada entre 1, 2 ou 4 imagens exibidas.
  • As imagens individuais podem ser enviadas imediatamente para um PACS, visualizador ou impressora durante um exame.
  • A densidade e o contraste podem ser facilmente ajustados enquanto as imagens são visualizadas.
  • O alinhamento das imagens à esquerda e direita podem ser ajustados automática e manualmente.

Segundo monitor em alta definição (3M/5M: opcional)

  • Um segundo monitor em alta definição pode ser adicionado ao AWS, possibilitando a exibição de imagens anteriores recuperadas de um PACS para garantir que o mamógrafo tenha acesso a imagens anteriores a qualquer momento.
  • Para a tomossíntese, as imagens reconstruídas podem ser exibidas.

Disponível em sete idiomas

Exibição de informações do paciente

As informações mostradas no visor (A) na base de B, a unidade de exposição pode ser alternada entre informações do paciente (ID, nome, data de nascimento etc.) e informações de posicionamento (ângulo do braço giratório, força de compressão e espessura da mama). As informações de posicionamento também podem ser confirmadas no visor (B) no braço de compressão.

Detector único para exames rápidos e em doses baixas

O Intelligent AEC tem vantagens na definição da dose apropriada para um exame em comparação com sistemas AEC convencionais onde a posição do sensor é fixa. Pela análise das informações obtidas a partir de imagens de dose baixa, o Intelligent AEC permite considerar a densidade da glândula mamária (tipo de mama) ao definir a energia de raios X e o nível de dose necessário. Pode ser usado mesmo na presença de implantes; o intelligent AEC permite um cálculo mais preciso dos parâmetros de exposição do que é possível com sistemas AEC convencionais. Ao permitir o uso de exposição automática para o implante de mama, o Intelligent AEC pode melhorar ainda mais o fluxo de trabalho do exame.

Intelligent AEC

Seleciona automaticamente a área apropriada da glândula mamária a partir de imagens pré-disparadas

AEC convencional

AEC com sensor manual

Exige ajuste manual das configurações com base no local presumido da glândula mamária

AEC com sensor automático

Seleciona automaticamente o sensor adequado a partir das imagens pré-disparadas

Medição da densidade mamária

Como informação para os médicos classificarem a mama mais quantitativamente, o cálculo na área da glândula mamária foi adicionado à “função de medição do volume da glândula mamária”, que calcula automaticamente o volume da glândula mamária na área da mama a partir de uma imagem de mamografia. Essa medição do volume da glândula mamária na área da mama/região da glândula mamária também pode ser calculada com imagens de tomossíntese

Função CEDM

Com uma compressão, ele executa continuamente imagens de baixa tensão do tubo (baixa energia) perto da geração de imagens de mamografia comum e geração de imagens de alta tensão do tubo (alta energia) com um filtro de cobre; em seguida, gera e exibe automaticamente uma imagem de subtração das imagens obtidas. Essa imagem de subtração compõe uma imagem que enfatiza tecidos específicos.

  • * Quando um agente de contraste à base de iodo é usado
  • * Alguns itens são opcionais; entre em contato com sua subsidiária para se informar sobre os detalhes.