Portugal

Funcionalidade da tinta

As propriedades da impressão final são determinadas em grande medida pela composição química ou pela "funcionalidade" da tinta. Estas propriedades incluem todos os requisitos para a utilização final, tais como as propriedades de cor, aderência e resistência e ainda quaisquer outras propriedades específicas. Além disso, a químico da tinta desempenha um papel importante na forma como a imagem é formada.
Muitas destas propriedades entram em ação uma fração de segundo após a gotícula de jato de tinta ter caído no substrato. Durante este tempo, a gotícula tem de molhar a superfície por uma quantidade predeterminada de modo a que a imagem seja formada corretamente e tem de iniciar o processo de aderência à superfície. Pouco tempo depois, a tinta precisa de secar se for uma tinta à base de água, ou de cura se for um sistema UV. É durante este processo que as propriedades, tais como as resistências químicas e físicas, são formadas. A resistência à luz é determinada em parte pela seleção do pigmento e, em parte, pelo equilíbrio do sistema de tinta, pelo que estas propriedades são incorporadas na especificação do design da tinta. Os pigmentos têm de ser dispersos na tinta e a ciência da dispersão é uma tecnologia chave da Fujifilm.
Todos os componentes da tinta têm de ser ajustados uns aos outros, uma vez que o desempenho global requer que tudo funcione em conjunto.

Tintas para aplicações industriais
 

A Fujifilm produz uma gama de tintas à base de UV e água para diversas aplicações de impressão industrial e de embalagens. Isto inclui tintas para etiquetas, embalagens flexíveis, embalagens de cartão canelado, têxteis e laminados decorativos. Além disso, existem tintas especialmente concebidas para aplicações específicas, incluindo tintas ultra-rápidas para design de exteriores, tintas de formação térmica e tintas para vidro e outros materiais difíceis.