Portugal

A Inovação Jato de Tinta Fujifilm baseia-se na Tecnologia Grande Magnitude, Criando Novos Valores para o Futuro

O jato de tinta é a tendência actual na impressão industrial e de embalagen.Os recursos combinados do grupo Fujifilm dedicado à tecnologia de jato de tinta estão a ser aplicados para dar resposta aos desafios específicos destes novos mercados.
Para compreender estes desafios e a metodologia da Fujifilm para os resolver é importante considerar as necessidades particulares das empresas de impressão industriais e de embalagens. A gama de materiais a imprimir é vasta e as aplicações são diversificadas, mas as necessidades são comuns. As distâncias de visualização são normalmente curtas e as expectativas de qualidade são elevadas, por isso a resolução espacial na impressão também tem de ser muito elevada. As tintas têm de ter funcionalidades definidas, tais como as propriedades de aderência e resistência, para que seja possível dar resposta às exigidências da aplicação final. Estas estão frequentemente ligadas a especificações rígidas. Por fim, os volumes de produção são normalmente grandes, exigindo uma impressão de alta velocidade. É esta combinação de resolução de impressão, funcionalidade de tinta e velocidade de impressão que define a missão do grupo Fujifilm dedicado à tecnologia jato de tinta.

Mil milhões de gotas por segundo

Uma impressora digital de alta velocidade pode ter de colocar com precisão aprox. 15 mil milhões de gotas de tinta, a cada segundo para formar uma imagem de alta resolução à velocidade de produção. Atingir este objectivo e fazê-lo com uma tinta concebida especificamente com todas as propriedades exigidas para o desejado resultado final é um grande desafio, que requer uma combinação rigorosa de tecnologias avançadas.

100 microssegundos na vida útil de uma gotícula de jato de tinta

Uma gota típica de jato de tinta demora cerca de 100 micro-segundos a formar-se, a viajar até ao substrato, a cair na superfície e começar a criar a imagem.
Neste período, um velocista olímpico corre 1 mm e um carro de corrida Fórmula 1 viaja menos de 1 cm.
Na própria impressora de jato de tinta, um injector individual pode disparar até mais 10 gotículas de tinta enquanto a primeira gotícula ainda está a caminho. Para compreender as tecnologias necessárias para que isto aconteça e a forma como estas funcionam em conjunto, é importante considerar o que realmente se passa durante o período em que a gotícula de jato de tinta sai do injector até ao substrato e rever a tecnologia que torna tudo isto possível.

A velocidade de 3 formatos de gota diferentes pode ser personalizada para cair no mesmo local no substrato.

O diagrama abaixo mostra gotículas de jato de tinta em transição e detalha algumas das características dos vários componentes que devem ser ajustados para que a operação geral seja otimizada. Existem muitas destas propriedades que têm de trabalhar em conjunto para obter o melhor desempenho global, por isso é útil dividi-las em três grupos: