Portugal
[foto] Três cartuchos de microfiltro, um na vertical e dois na vertical

Cartuchos de filtro plissados
AstroPore®

Tipo de cartucho que satisfaz as exigências de uma grande variedade de clientes, desde a indústria de alimentos e bebidas à indústria eletrónica. 

O que é um microfiltro? 

A microfiltração é um tipo de processo de filtração no qual o filtro de membrana, com tamanhos de poros que variam de 0,1μm a 10μm, é utilizado para reter partículas finas ou microrganismos. 

A Fujifilm e a "tecnologia de filtração" podem parecer algo não relacionadas, mas a investigação da Fujifilm sobre a tecnologia de filtração pode ser identificada há quase meio século. Com base na tecnologia das películas fotográficas, a Fujifilm teve a ideia de fazer orifícios microscópicos na película para otimizar o material da mesma. Foi assim concluído desta forma, através de tentativa e erro, o “AstroPore”, um microfiltro com inúmeros microporos. Com melhorias de tempos em tempos desde o seu lançamento em 1969, o AstroPore está em produção há mais de 40 anos. A sua qualidade superior recebeu um elevado reconhecimento por parte de muitos clientes, apoiando firmemente o crescimento da Fujifilm até aos dias de hoje.

Vejamos agora as características dos microfiltros. Geralmente, os microfiltros podem ser classificados em dois tipos, dependendo do seu mecanismo e estrutura de retenção.

1. Tipo (de filtração) nominal
2. Tipo (de filtração) absoluto
 

O “tipo nominal” possui uma estrutura na qual as fibras são emaranhadas aleatoriamente umas nas outras. Por outro lado, o "tipo absoluto" costuma ter vários poros microdimensionados dentro de uma película de resina sintética ou membrana, o que permite que partículas maiores do que um tamanho definido sejam retidas.

Atualmente, os nossos microfiltros são usados em fábricas de uma ampla variedade de indústrias. Seguem-se alguns exemplos de como são utilizados...

  • Remover leveduras e bactérias de processos de produção de cerveja (cerveja, vinho e sake japonês)
  • Remover organismos nocivos de água engarrafada
  • Remover contaminantes dos líquidos de limpeza utilizados nos processos de lavagem de painéis de cristais líquidos e semicondutores 

Estrutura assimétrica original

[imagem] Estrutura do filtro de membrana PSE – tamanho dos poros a diminuir gradualmente de um lado para o outro

Estrutura da membrana PSE

O nosso filtro de membrana tem uma característica única no qual a estrutura é assimétrica. O diâmetro do poro da película é bastante grande no lado de entrada, mas ficando gradualmente menor na direção do lado de saída (ver “Estrutura das membranas PSE” à direita). As partículas grossas são primeiro retidas perto do lado de entrada, enquanto as partículas mais finas são retidas por poros mais finos situados na direção do lado da saída da membrana. As imagens à direita mostram a secção transversal da membrana. O material filtrado flui de cima (lado da entrada) para baixo (lado da saída). Como se pode ver, o tamanho dos poros torna-se gradualmente menor em direção ao lado da saída.

Devido a esta estrutura assimétrica, pode ver-se a diferença na espessura da camada densa. Em membranas simétricas normais, na estrutura que pode ser vista nos filtros de outros concorrentes, o tamanho dos poros permanece o mesmo em toda a membrana. Por outro lado, o filtro da Fujifilm contém vários tamanhos de poros que se tornam gradualmente mais pequenos em direção ao lado da saída. Por este motivo, o filtro Fujifilm é capaz de transformar a camada densa em fina, mas mantendo a mesma qualidade de filtração.

Estrutura assimétrica do microfiltro AstroPore da Fujifilm
[imagem] Membrana de microfiltro FUJIFILM AstroPore, com boa taxa de fluxo, em comparação com outra membrana com menor taxa de fluxo

Porquê escolher a Fujifilm? 

Os filtros Fujifilm satisfazem as exigências dos clientes e são altamente reconhecidos por estes três pontos fortes.

(1) Vida útil prolongada

[foto] Retenção da mistura de látex na estrutura da membrana FUJIFILM PES em comparação com outra membrana, que apresenta bloqueio da superfície

*Mistura de látex uniforme de 0,232-, 0,804- e 2,9-μm da Dow Chemical

Os filtros convencionais contêm um tamanho de poros unificado em toda a membrana, para que a filtração seja concentrada em direção ao lado da entrada. No entanto, a nossa membrana utiliza todo o seu corpo, sendo as partículas grossas retidas primeiro e as partículas mais finas retidas mais profundamente. O nosso filtro tira partido da sua estrutura assimétrica, levando a uma vida útil mais longa (consulte “Retenção da mistura de látex” abaixo).

(2) Perda de pressão inicial baixa com taxa de fluxo alta

Imagine uma ampulheta com a parte de vidro inferior a ser cortada no meio. Os poros maiores no lado da entrada garantem uma baixa perda de pressão inicial. O tamanho dos poros diminui gradualmente. No entanto, torna-se novamente maior no lado da saída. Além disso, geralmente, a camada densa onde ocorre a perda de pressão é fina (em comparação com outras membranas). Estas duas características proporcionam uma baixa perda de pressão inicial e alta taxa de fluxo.

(3) Desempenho de retenção fiável

O diâmetro do poro pode ser tão pequeno como 0,03μm, dependendo do calibre do produto. As curvas de distribuição do tamanho dos poros (consulte os gráficos abaixo) asseguram a remoção fiável de partículas finas e microrganismos.

Distribuição do tamanho dos poros
[imagem] Gráficos de distribuição com base no tamanho dos poros – membranas de 0,1μm e membranas de 0,2μm